No Escurinho do Cinema: memória e sociabilidade em Porto Alegre

Em 1896 o porto-alegrense que estivesse caminhando pela Rua dos Andradas, desfrutando do seu calçadão, observando seus prédios, suas inúmeras vitrines ou frequentando um de seus cafés teria a inusitada opção de deslocar-se até a Pharmacia Jouvin e vislumbrar o espetáculo proporcionado por Georges Renoleau, que apresentava seu aparelho de fotografia animada, consideradas as primeiras sessões de cinema em Porto Alegre. Ao longo do século XX, as salas de projeção ganham seu espaço próprio e os cinemas passam a fazer parte da paisagem da capital gaúcha. Cine Recreio Ideal, Odeon, Cine Theatro Coliseu, Cine Theatro Guarany, Cine Theatro Capitólio, Cinema Roxy, Cinema Rex e Cine Teatro Baltimore, foram alguns dos muitos espaços de encontro, de lazer e de encantamento, que contam e colaboram com a constituição de histórias e memórias da capital.

Da Pharmacia ao Shopping Center, que caminhos foram seguidos e por quais transformações passaram os cinemas em Porto Alegre? No Escurinho do Cinema: memória e sociabilidade em Porto Alegre busca jogar os holofotes sobre as relações sociais contidas no ato de frequentar as salas de projeção, espaços singulares que contam e alimentam histórias e memórias, tanto em suas telas como em suas poltronas, corredores, cafés, halls de entrada… Nossa Exposição Curricular, como um saudoso lanterninha, vai te levar pra dentro desta história, que vai te mostrar como a trajetória das salas de cinema contracenou com aspectos sociais, políticos, culturais, em nossa cidade e no mundo. Pegue a pipoca, a sessão vai começar!

exposição curricular

A exposição curricular é o resultado final de um projeto desenvolvido pelos estudantes do Curso de Bacharelado em Museologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), vinculada às disciplinas de Projeto de Curadoria Expográfica e Prática de Exposições Museológicas. Por meio de um exercício de curadoria compartilhada as disciplinas têm como objetivo transformar a formação teórica em uma atividade prática, possibilitando diálogos e trocas com a sociedade.

No Escurinho do Cinema: memória e sociabilidade em Porto Alegre teve seu processo criativo iniciado no segundo semestre do ano de 2019, com planejamento para criação e execução de uma exposição física. Por conta da crise sanitária em escala global causada pela pandemia de Covid-19, o projeto foi adaptado inteiramente para o ambiente virtual, sendo, a décima exposição curricular do Curso de Museologia/UFRGS e a primeira em formato virtual desenvolvida por alunas e alunos do curso.

BILHETERIA

Skip to content